Erros na Identificação dos Itens (Produtos e Serviços)

Barcode-240x144Os contribuintes estão obrigados a realizar o envio de diversas informações ao Fisco, necessariamente devem estar corretos e em conformidade (Compliance) entre ambas. Neste grande volume de informações transmitido estão praticamente todas as movimentações de uma organização, perante a essa grande exposição, muitos aspectos importantes devem ser observados com cautela, muitas vezes uma informação que visualmente pode se mostrar sem importância, pode representar um grande risco, impedindo inclusive que outras análises sejam realizadas. Neste artigo, trataremos de mostrar a importância do código do item do cadastro dos itens (produtos e serviços). Continue lendo

Internet of Things: Outro Hype?

O Google Glass, o óculos hightech que vem sendo noticiado em sites geek já há pelo menos uns cinco anos. Mais recentemente, o Apple Watch: um relógio de pulso inteligente, ganhou grande destaque e entrou na lista de desejo de milhões – como tudo que a Apple lança. Pacientes com doenças com maior grau de risco já utilizam dispositivos para controlar a frequência cardíaca ou mesmo o nível de glicose do sangue: estes tipos de dispositivo, que são utilizados pelas pessoas junto ao corpo e conectados, são conhecidos como werable devices. A ABI Research[1] prevê que existirão mais de 400 milhões destes dispositivos até 2018. Mas mesmo os werable devices são um fenômeno não tão impressionante quanto à disseminação de dispositivos conectados instalados em tudo quando é coisa: carros, telefones, aviões, câmeras, satélites, trens, televisores, leitores de código de barra. Continue lendo

Apresentação Connect SPED

DSC00293Ocorreu ontem, na sede da empresa ShelterIT, o primeiro treinamento Técnico e Comercial para cadastramento das Revendas Connect SPED. Perante o excelente resultado alcançado, abrimos hoje a agenda para todas as apresentações que ocorrerão em 2014. As vagas são limitadas e as inscrições são gratuitas! Continue lendo

Auditoria Sobre a Integração da Folha com a Contabilidade a Partir do eSOCIAL

1          INTRODUÇÃO

Com o avanço dos diversos projetos do SPED e a chegada da Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas – eSOCIAL[1], percebe-se que a tendência é a Administração Tributária e outros órgãos de fiscalização e controle, num futuro não muito distante, implementarem novas soluções tecnológicas para viabilizar a unificação das obrigações acessórias criadas a partir da implantação do SPED, permitindo o rastreamento dos dados e informações tanto de Pessoas Físicas quanto de Pessoas Jurídica, praticamente em tempo real.

Essa simplificação já é e tende a ser cada vez mais benéfica para os contribuintes em relação ao relacionamento com os órgãos de fiscalização e controle, tendo em vista a redução custos e por tornar mais eficiente o cumprimento das obrigações acessórias. Por outro lado, os órgãos de fiscalização terão acesso a mais informações e em menor tempo, ampliando para os contribuintes os riscos de autuações a serem realizadas, em especial, pelo Ministério do Trabalho e Receita Federal do Brasil.

Nessa perspectiva, é recomendável olhar para o eSOCIAL, como um projeto mais amplo, tendo em vista que concentra dados que podem ser utilizados para cruzar com as informações de outros projetos do Sistema Público de Escrituração Digital, em especial o SPED Contábil – ECD – e agora também a ECF, na qual estão as informações fiscais e contábeis, necessárias para apuração do IRPJ e CSLL.

Nesse contexto, o presente artigo se propõe a apresentar breves considerações, evidenciando a necessidade de realizar auditoria e monitoramento contínuos sobre a integração da folha de pagamento com a contabilidade em virtude da chegada do eSOCIAL. Continue lendo

Análise de Dados em Nuvem: Até que Medida Será Uma Vantagem?

imagem2Quando o assunto é Análise de Dados, facilmente associamos a computadores e servidores com alto poder de processamento, capazes de gerar o conhecimento de forma precisa e o mais rapidamente possível.

Uma questão amplamente discutida nas empresas envolve a decisão entre manter uma estrutura robusta de TI ou adotar contratação de uma estrutura em Cloud Computing.

Ambas as opções tem vantagens e desvantagens, caberá à empresa balancear os prós e os contras de acordo com fatores intrínsecos ao seu modelo de negócio, atendimento as suas políticas internas e ao desempenho esperado para as suas aplicações. Continue lendo